03 janeiro 2011

manual



Já vivi um pouco mais de um quarto de século, mas às vezes me sinto bem imatura. Já vivi em vários países diferentes, mas não me sinto pertencendo a nenhum. Sou do mundo, mas o MEU mundo. Gosto muito de filmes, porém durmo muito fácil quando assisto mesmo gostando. Gosto de músicas que muitas pessoas parecem detestar, e adoro isso. Gosto de carinho na nuca e cafuné. Gosto de dormir de conchinha. Gosto do cheiro de terra molhada quando começa a chover, mas chuva demais me irrita. Gosto do inverno, mas prefiro o outono e primavera. Prefiro a serra à praia. Gosto de francês, mas morro de preguiça de aprender. Danço muito mal, mas raramente isso me importa. Cantei em coral de crianças e tive banda, mas hoje em dia morro de vergonha de entoar uma música. Não sou muito fã do meu corpo, porém, o respeito. Minha família são meus amigos e não os trocaria por nada neste mundo. Gosto de whisky, mas on the rocks. Detesto tequila. Não como carne, por opção, não por religião, ou crença, ou qualquer falso moralismo. Odeio falsidade, mas consigo ser extremamente falsa quando quero. Sou super sincera com meus sentimentos, nunca falo o que não sinto. Às vezes gosto de ficar calada, mas normalmente falo demais. Já amei, e muito. E fui amada também, e bem. Sou do tipo que gosta mais de animais do que dos seres humanos. Não acredito em nada nem em ninguém, sou muito desconfiada, mas eu sou confiável. Tenho uma ótima relação com meus pais. Sei falar em espanhol, português e inglês, mas quando penso invento meu próprio idioma. Sonho muito. Gosto de cores, mas a minha preferida é o preto. Sou do signo Capricornio e meu horóscopo chinês é o Rato, mas não tenho a mínima idéia do que isso significa. Meu sonho é conhecer a colina Taumatawhakatangihangakoauauotamateaturipukakapikimaungahoronukupokaiwhenuakitanatahu e aprender sueco. Não gosto de chorar. Não gosto de parecer vulnerável em nenhuma situação. Aprendi a andar de bicicleta sozinha quando tinha 5 anos de idade, mas acho que já esqueci como se anda. Prefiro suco a coca-cola. Doritos a Ruffles. Não sei andar de salto. Não consigo usar saia. Não sou nem um pouco vaidosa, detesto roupas de marca e desconfortáveis. Meu lema é quanto mais confortável, melhor. Não tenho muitos sonhos de consumo, mas adoraria ter um Corvette preto do ano ’57. Sou daquelas pessoas que sentem muita saudade. Aos 9 anos fui apaixonada pela professora substituta que tive na 3ª série. Tenho medo de avião. Medo não, pavor. Às vezes me sinto completamente perdida. Sou desajeitada demais, bato, esbarro e quebro tudo o que está à minha volta. Tenho uma sindrome chamada “Sindrome da Hiperflexibilidade Articular”, consigo deslocar vários membros do corpo. Eu nunca entendo indiretas. Muitas vezes choro de tanto rir. E gosto disso. Não fico facilmente chateada, mas quando me chateiam demoro para perdoar. Sou muito, mas muito vingativa. Morro de pena de baratas e pombos. Odeio acordar cedo. Não uso drogas. Adoro dirigir. Tenho algumas tatuagens, mais do que a minha mãe gostaria que tivesse, menos do que eu gostaria de ter. Sou muito boa em lembrar de nomes, mas esqueço facilmente de rostos. Perco tudo. Sim, tudo! Só consigo usar tênis All Star. Trabalho desde cedo e sou muito responsável. Mas quando o trabalho me cansa, pulo fora em dois minutos. Gosto de rotina. Sou indecisa. E para mim TUDO DEPENDE.

Isto é um pequeno manual sobre mim. O que diz o seu?


p.s: you know who I am, we´re just living people



2 comentários:

Mcalvet disse...

O meu diz: Fique com ela do seu lado sempre que possivel.
Te amo mocinha..

phil disse...

eu já sabia de tudo isso = )