09 junho 2011

entende



Você não entende. Você nunca entendeu nada... Tudo que eu queria era que você segurasse a minha mão e não soltasse nunca mais. Tudo o que eu queria era que você ficasse aqui comigo. Tudo o que pedi era tudo aquilo que você era capaz de me dar. Pedi o teu amor, cara. O teu amor. Só isso. Isso que você já deu a tantos. Isso que você me prometeu sempre. Isso que eu sempre quis de você. Isso que você nunca me deu. Pedi o teu amor, cara. Mas você não entende, não é? Você não entende quando há necessidade, você não entende quando há algo mais envolvido do que puro tesão e vontade. Você não entende. Você nunca quis entender. Mas deixa. Agora já foi, agora já era, não adianta mais. Você simplesmente não entende.


p.s: and now youre looking for me... or anyone like me

2 comentários:

Tiago disse...

É que de fato as vezes é muito difícil entender.

T.

Natália disse...

nunca pensei que fosse me sentir tão familiarizada com o que vc escreveu! rs